Suspeição contra peritos que atuam em ações em que a Microsoft é autora

Corregedoria-Geral da Justiça do RS recebe representação contra privilégios e torna nulo ato do ano 2.000, que resultava na nomeação, quase sempre, dos mesmos peritos.
Leia a íntegra

________________________________________________________________________________________________________