Perguntas FrequentesFAM – Fatores de atualização monetária
Justiça Estadual

Tabelas uniformes encaminhadas ao CNJ

Tabelas de outros estados 

Nota:  Registre-se no site para assinar o Boletim Notícias.

Justiça Federal
Justiça do Trabalho
Sobre as tabelas

Atenção! Os critérios de atualização monetária de precatórios foram alterados

A partir da modulação dos efeitos da ADI 4357, quanto aos precatórios estaduais e municipais, deixa-se de aplicar a TR no dia 26.3.2015, a partir de quando o IPCA-E/IBGE passa a ser o seu substituto.

A publicação da tabela de débitos da fazenda, que se aplicaria aos débitos em curso antes que se tornem precatórios, está suspensa em nosso site até que o STF esclareça o alcance da decisão. A AGU questionou o STF a este respeito e o Min. Luiz Fux, em outro recurso, afetou com repercussão geral o critério de atualização monetária e juros dos referidos débitos.

O CFOAB protocolou manifestação nos autos da ADI4357 sobre o questionamento da AGU referente aos débitos da fazenda antes que se tornem precatórios. A OAB defende que os efeitos sejam ex tunc, no entanto teremos que aguardar a posição do STF para termos segurança quanto ao critério de atualização monetária aplicável a esta situação específica.

Cursos
box_cursos
Artigos
Artigos - Gilberto Melo
Boletins do site
Depoimentos cursos
  • O curso atendeu a parte da minha expectativa, no tocante ao motivo da inscrição, porém, me foi acrescentado bastante conhecimento. Gostaria de estar participando de outros cursos voltados à área imobiliária e civil no tocante a pagamento de condenação judicial de inadimplência.

    Belo Horizonte 10/2010

  • Curso extremamente produtivo, principalmente ao considerar a anterior falta total de capacitação específica para cálculo. Muito grata pelo privilégio de poder ter como instrutores duas referências no assunto.
     
    TJPE 10/2012
  • O curso foi muito válido. O que causa um enorme desespero nos contadores é quando nos deparamos com uma situação complexa sobre cálculos e não temos a quem recorrer. Então eu considero este material muito valioso e procuro consultá-lo sempre. Aprendi muito. Voltem sempre, Dr. Gilberto e Gaspar. Serás sempre bem-vindos!

    Palmas – TJTO 08/2010

  • Publicações Mais Acessadas